Feirinha da Bela – 1 aninho de muito amor!

(o post é muito grande!)

Nem acredito que estou finalmente escrevendo esse post. Parecia tão, mas tão distante a festinha de um ano da Bela! Realmente temos que levar em conta quando as pessoas falam: “curta muita porque passa como um piscar de olhos”.

Eu não fui dessas mães organizadas que desde os primeiros meses começou a pagar as parcelas do niver de um ano, nem tinha um tema específico em mente desde sempre. Para ser sincera, comecei os preparativos bem em cima. Acredito que o fato de eu trabalhar com eventos e produções do blog, atrapalha um pouco. Eu amo e acho que nunca vou deixar de fazer, mas tem sempre algo “mais urgente” para resolver/executar.

A data já estava mais que fechada: 21/08/2016: domingo (2 dias após o dia do nascimento) e meu aniversário. Faltando 2 meses que decidi tudo. Já tinha uns temas em mente, mas não estava certa deles. Também não sabia exatamente onde fazer a festa. Temos muitos amigos em Santos (e teria o Restaurante do Diego para fazermos a festa, lá tem um segundo andar muito lindo e espaçoso). Mas aí, pensei que queria perto de casa; reservei os dois salões de festa do condomínio. Em compensação tem toda a família do RJ… que difícil!

O tema foi decisivo para escolher o local. A princípio seria “Belalândia – o mundo da Bela”. Queria imprimir na festinha tudo o que a Bela gosta. Achei difícil, mas a Bela acabou tendo essa festinha também (vou compartilhar com vocês na próxima semana a festa surpresa que ela ganhou dos amigos de Santos, foi demais!). A Junia me ajudou com a sugestão de “quitanda ou feira”. Pesquisei referências e não queria uma quitanda toda certinha e simétrica. Queria uma feira mesmo! Só podia ser no sítio, no Nosso Celeiro!

Bela-1-144

Preparativos + Decoração + Comidinhas

Imaginei muitas verduras, legumes, frutas frescas. Imaginei a Bela comendo de tudo na festinha dela, imaginei a minha família natureba se deliciando com as frutas do pé, imaginei as crianças correndo na grama, um domingo bem gostoso em família.

Listei as prioridades e… mão na massa! Achei que seria fácil porque lá já tem uma boa estrutura de móveis rústicos, mas ao decorrer do tempo vi que tinha muito o que fazer! O que seria de mim sem a família e amigos?

Fui para o Rio de Janeiro 4 dias antes da festa. Uma correria enorme. Consegui adiantar muita coisa por aqui, como a identidade visual e papelaria em geral, as lembrancinhas, descartáveis e detalhes decorativos da 25 de março, mas quase tudo tinha que ser lá. O cunhado Lícius, o rei da madeira (rs) ficou responsável pelas barraquinhas, meu pai deu um super help e tudo o que eu pedia ele fazia. A minha mãe me ajudou com a compra dos legumes e frutas. Tive que comprar tudo de caixa fechada, sabe? Se não nem daria o efeito de “feirinha”. Se comprasse em hortifruti comum ficaria muito oneroso, então fomos atrás dos melhores preços. Sempre saíamos dos lugares com algum presente, rsrs (minha mãe é muito boa na pechincha rsrsrs). Ah! E fomos também numa roça atrás de ovos caipiras. Foi muito divertido comer fruta do pé, esperar no carro enquanto colhiam os milhos, goiabas, palmito.

A parte da decoração ficou muito maior do que pensei porque a Junia é incansável! Eita irmã de bom gosto eu tenho. Ela não sossegava enquanto não estava do jeito certo (e toda hora falava: “tem que comprar mais não sei o quê” rsrs). Ela também teve a ideia de colocarmos uma bananeira dentro do Celeiro e lá foi o meu pai atrás da árvore!

A paleta de cores: basicamente vermelho e azul. Tinha também um toque de pêssego e branco. (fora os detalhes em madeira e ferro). A parte da papelaria foi criada pela Chuva de Papel. Ficou muuuito mais bonito do que imaginei. Tags, toppers, convite, banners, faixas, adesivos… Muitos detalhes amados!!!

Decidimos a mesa do bolo: uma barraquinha central com muitos caixotes, frutas diversas, verduras e legumes. Diferente de tudo, sem muitos docinhos, mas apenas o bolo (delicioso da Bolo de Caneca Confeitaria – de SP até o RJ todas as caixas mil no carro da cunhada, rs e chegou perfeito!) e tortas caseiras. A partir daí, definimos mais algumas barraquinhas, cantinhos especiais, mesas dos convidados… Concentramos os docinhos, cupcakes, cakepops, biscoitos (também da Bolo de Caneca) em uma barraca, sucos, leite (e granola) em outra, muffins, milho, pipoca e bolos caseiros em outra (rsrsr muitas barraquinhas!). No fundo do espaço ficaram as lembrancinhas e a mesa das comidinhas.

Usamos os móveis do sítio, alguns da casa da minha mãe, almofadas da minha casa, objetos nossos, mas a grande parte eu aluguei na Ella Arts. Queria muitos baldinhos, cestas, caixas mais trabalhadas, entre outras lindezas! (difícil foi não querer levar tudo de lá!)

Durante os preparativos eu cismei que queria uma kombi com pastel e caldo de cana. Não teria ficado incrível? Não encontramos (só uma Fiorino, mas aí não teria todo o charme típico das feiras da minha infância). Mas, teve uma Kombi lindona, deixando o cenário super fofo. A criançada amou. Brincavam de pique esconde, faziam “bibi”, tiravam foto….

A parte das comidinhas ficou por conta de uma super amiga, a Marcelle (quem quiser eu posso dar o telefone dela!). Ela sabe meu gosto e fez um monte de delícias! Optamos por simplicidade: tortas salgadas, mini sanduíches, torradinhas com pastas, saladinhas, salgados de forno, bolos caseiros. Também teve muito suco de fruta e frutas picadas para todos os convidados beberem e comerem à vontade. Que delícia! Também teve cuscuz doce da amiga e madrinha Debie (fresquinho), sanduíches da prima Bruna, quiches da vovó Mary.

Lembrancinhas:

Eu sou a doida das lembrancinhas! Acho muito legal quando os convidados vivem a festa depois que ela acaba. Valeu a pena ter pensando em tanta coisa legal porque no dia seguinte ia recebendo as fotos dos familiares degustando ou usando as lembrancinhas. Muito amor! Vou listar o que teve, ok?

  • Marmitinhas de bolo de maçã com canela da Cuisine et Papier não podem faltar nunca! Ju e Maggie, vocês arrasaram! E, não parou por ai: mini vidrinhos com mel (que coisa mais fofa!!!) e cocadinhas no potinho com mini colher de pau. Eu nem precisei escolher tecido, nem nada! Elas já conhecem meu gosto e eu confio de olhos fechados!!! O que eu mais gosto é que além de serem muito saborosos e sempre fresquinhos, deixam a decoração mais bonita e detalhista. Não tem quem não ame!
  • Bolsinha de algodão cru (tipo ecobag) personalizada e listinha de compras da Le Gift Boutique. Quando falei com a Carol que queria uma bolsa ela logo mandou a ideia: e que tal uma lista de compras também? Ficou demais! A bolsa tinha aplicação de juta (bem rústico) com a frase que criei durante a gravidez, que virou hashtag: “tem amor aqui dentro”. O bloquinho de compras tinha na primeira página os legumes e frutas favoritos da Bela. A maçã em mdf forrada em tecido ficou LINDA demais e bem delicada. Os convidados puderam guardar as lembrancinhas ali, levar frutas e verduras do niver da Bela para casa. Sacola tipo “retornável” é sempre muito útil, não é verdade?
  • Mudinhas de Temperinhos diversos da Le Petit Vert. Só conhecia essa empresa aqui em São Paulo, mas agora eles têm uma base no Rio de Janeiro. Legal, neh? Para a criançada também teve um kit jardinagem: sementinhas, terra e vasinho para plantarem em casa. Muuuuito legal e criativo.
  • Kit para colorir: comprei caderninho e giz de cera na 25 de março e montem o kit em mini sacolinhas de papel (fiz um carimbo “belalândia” e usamos na sacolinha). As crianças amaram!
  • Tubetes com granola. Geralmente tem confete, jujuba ou bala nesses tubetes. Preferi oferecer apenas comidinhas e opções saudáveis para as crianças.
  • Sementinhas para plantar. Deixamos num carrinho as sementinhas e quem quisesse poderia escolher (flores ou temperinhos) e levar para casa. A frase na plaquinha era: “plante e veja o amor crescer”.

Imprevistos acontecem!

Eu tenho uma coisa com a chuva/tempo ruim. O mundo quase acabou em chuva no dia do meu casamento, já fiz outras festinhas que também choveram (inclusive no Chá de Bebê que seria ao ar livre) e claaaro que a previsão do tempo para o niver da Bela era de chuva. Resolvi nem tentar fazer nada ao ar livre. O projeto por completo foi criado dentro do Celeiro para não ter preocupação, rs (eu mal sabia o que estava me esperando).

A semana estava linda. Céu azul, tempo estável. Sábado de madrugada deu uma ventania imeeensa e o sítio, que já estava todo arrumado, limpo, sem nenhuma folha espalhada, simplesmente parecia que estava abandonado há meses. Galhos, folhas por toda a parte, árvores caídas, algumas telhas do celeiro quebradas, a porta da cozinha (de madeira) foi arremessada longe… Resumindo: tivemos trabalho em dobro!

O domingo do aniversário fez as 4 estações! (aff) Chuva e nuvens pela manhã (frio), céu azul no começo da tarde (e calor) e muita ventania justamente no momento da festa! As portas não poderiam nem ficar abertas porque se não voava tudo! E, para piorar: 5 minutos antes de começar: acabou a luz! Aaaaaahhhhhhhhhh!!!! Como assim? E as luzinhas da festa? Ligamos para a empresa de energia elétrica e não havia previsão para voltar, o gerador da cidade vizinha demoraria 5 horas para chegar. Que angústia. Entrei no quarto, chorei muito! Todo aquele trabalho, todos os convidados ali e a festa não duraria mais que 2 horas até anoitecer. O Diego me acalmou e enquanto isso tentamos outras empresas de gerador.

Começou a ficar escuro, e ao contrário do que imaginei ninguém foi embora. Lanternas do celular, farol dos carros e todos alegres, conversando, brincando. Tivemos uns 15 a 20 minutos sem energia e sem a luz do dia até que a energia voltasse. Ufa! Que alívio! Nem acreditei quando as luzinhas se acenderam e todos bateram palmas! (10 minutos depois o gerador chegou, rs…)

Momentos Especiais:

Tinha em mente uma festa descontraída, leve, sem hora para acabar, sem hora exata para cantar parabéns, sem programação específica. Eu acho muito legal ter atrações nas festinhas, acredito que nas próximas terei, com a Bela entendendo mais e aproveitando tudo. Mas, deixamos as crianças serem crianças. Elas corriam por toda a parte, eram crianças de verdade. Tinham que inventar brincadeiras, sem regras, sem limites. Para vocês terem ideia, usaram a lixeira de madeira como um lugar legal para brincar e se esconder, rs.

Os menores aproveitaram a barraca da Bela para comer frutinhas e tirar muitas fotos. Deixamos lá fora e foi um momento muito gostoso. Era muito legal ver a criançada correndo e quando davam de cara com um morango ou uva, paravam, pegavam e voltavam a correr. Também tinha a pausa para tomar suco no copinho e canudinho. Acho que consegui fazer uma festa saudável e com opções gostosas para as crianças. Deu uma sensação boa, sabe?

Outro momento muito especial foi o “tour” das crianças pelas barraquinhas. Um primo meu (Beto) foi apresentando cada legume, cada verdura e cada fruta para elas. A grande maioria não sabia o nome e foram literalmente apresentados para a beringela, jiló, quiabo, couve, etc. Uma verdadeira aula!

Mas e a Bela? Aproveitou?

Todo mundo fala que o bebê não aproveita a festinha de um ano. Eu discordo. Na verdade, sei que ela não entende direito, mas aproveitou muito. Crianças por toda a parte, frutinhas, parabéns, farra, muitos estímulos…. O parabéns nem teve chororô. Bateu palmas e valeu a pena cada registro, cada momento.

E tem mais… é a comemoração de um ano na vida dos pais. No começo eu estava muito tensa por causa da luz. Depois… ixi! Aproveitei, pulei, abracei, sorri e agradeci muito a Deus!

Somos cristãos e sempre antes do parabéns tem oração especial. Meu pai emocionou a gente! Nesse momento eu lembrei que era meu aniversário quando ele agradeceu a Deus pela minha vida. Ele relembrou o momento em que me conheceu há 29 anos e que era um presente a minha vida e a da Bela. Será que eu chorei? Incrivelmente eu consegui agradecer (chorando) a presença de todos, os amigos que me ajudaram a executar tudo (obrigada, obrigada!) e agradeci pelo o meu primeiro ano de mãe. Nessa hora chorei mais ainda e entendi que a festa fez todo o sentido! Que vitória, que alegria, que conquista!

Foi um dia muito feliz! Parabéns, minha pequena Bela, nós te amamos! Ano que vem tem mais! Ainda não sabemos se será festão ou um bolinho na sala de casa, mas vamos comemorar do mesmo jeito (e juntinhas!).

Obrigada pelas fotos liiindas e por todo o carinho, Rachel Escobar! 🙂

FeirinhadaBela1ano_094 FeirinhadaBela1ano_093FeirinhadaBela1ano_092FeirinhadaBela1ano_071FeirinhadaBela1ano_076FeirinhadaBela1ano_079FeirinhadaBela1ano_074FeirinhadaBela1ano_088FeirinhadaBela1ano_083FeirinhadaBela1ano_068FeirinhadaBela1ano_063FeirinhadaBela1ano_062 FeirinhadaBela1ano_001FeirinhadaBela1ano_003FeirinhadaBela1ano_009FeirinhadaBela1ano_010FeirinhadaBela1ano_020FeirinhadaBela1ano_021Bela-1-171Bela-1-110Bela-1-105Bela-1-107+108Bela-1-57FeirinhadaBela1ano_037Bela-1-106Bela-1-58+60FeirinhadaBela1ano_039FeirinhadaBela1ano_040Bela-1-26FeirinhadaBela1ano_004Bela-1-14Bela-1-6Feirinha-da-Bela-1Bela-1-157+158Bela-1-47+48Bela-1-73Bela-1-72+75+104Bela-1-76Bela-1-78Bela-1-81Bela-1-83Bela-1-88Bela-1-94Bela-1-96Bela-1-97Bela-1-111Bela-1-102Bela-1-63Bela-1-159Bela-1-35Bela-1-34FeirinhadaBela1ano_046FeirinhadaBela1ano_045FeirinhadaBela1ano_044FeirinhadaBela1ano_043FeirinhadaBela1ano_049FeirinhadaBela1ano_026FeirinhadaBela1ano_005FeirinhadaBela1ano_006FeirinhadaBela1ano_007FeirinhadaBela1ano_052FeirinhadaBela1ano_053FeirinhadaBela1ano_056FeirinhadaBela1ano_058FeirinhadaBela1ano_059FeirinhadaBela1ano_060Bela-1-125Bela-1-98FeirinhadaBela1ano_023Bela-1-71FeirinhadaBela1ano_025FeirinhadaBela1ano_019Bela-1-64Bela-1-39Bela-1-41Bela-1-86Bela-1-85Bela-1-51Bela-1-50+52+53Bela-1-68FeirinhadaBela1ano_036FeirinhadaBela1ano_032FeirinhadaBela1ano_031FeirinhadaBela1ano_028Bela-1-56Bela-1-112Bela-1-114Bela-1-116Bela-1-117Bela-1-120Bela-1-147+148Bela-1-72+75+104Bela-1-124Bela-1-140Bela-1-160Bela-1-161Bela-1-162Bela-1-166Bela-1-172Bela-1-178Bela-1-191Bela-1-194Bela-1-196Bela-1-197Bela-1-205Bela-1-206Bela-1-186+188Bela-1-200+208+209Bela-1-184+185Bela-1-176+182+198Bela-1-203

quem faz parte desse post

Local: Nosso Celeiro l Decoração: Família da Bela l Foto: Rachel Escobar l Vídeo: The Kreulichs l Peças Decorativas: Ella Arts l Identidade Visual e Convites: Chuva de Papel l Bolo, cupcakes, doces: Bolo de Caneca Confeitaria l Marmitinhas, Doces no Vidrinho, Mel (lembrancinhas): Cuisine et Papier l Ecobags e Lista de Compras (lembrancinhas): Le Gift Boutique l Mudinhas de temperos e kit jardinagem (lembrancinhas): Le Petit Vert l Cuscuz e Cheesecake de Goiabada: Titia Debie l Caixinhas de Madeira: Juliane Amoreira l Bolos caseiros e Buffet: Marcelle Cabral l Vestido Azul: Boots l Capa Vermelha: It Babies l Vestido de Girassol: Carters l Lacinhos da Bela: Linda de Bonita l nome personalizado em lã: Achei o que eu queria 

Imagem post: Festa de Floresta

Festa de Floresta

Nossa semana começa animada para comemorar! Falta apenas uma semana para a festa da nossa princesinha e animação e os preparativos estão a todo vapor!:) E por falar em festa, hoje queremos dividir com você um dos nossos...

Leia mais
Imagem post: O Pai da Bela

O Pai da Bela

Estamos em clima de dia dos pais por aqui. É o primeiro dia dos pais do Diego e a gente comemora cada data especial, principalmente no primeiro aninho de vida, não é verdade? Com a chegada da Bela...

Leia mais