O que NÃO dizer pra quem está tentando engravidar

Casais inférteis ouvem muitas coisas sobre infertilidade, dificuldades para engravidar, filhos ou gestação, e algumas delas soam desagradáveis. Muitas vezes as pessoas não falam com a intenção de chatear ou agourar, muitas falas têm boas intenções, vontade de descontrair, mostrar o lado positivo e até aconselhar. Mas como toda moeda tem dois lados, as histórias e situações também, e tais conselhos e comentários podem machucar ou tocar em uma ferida já existente.

Comentários que podem não soar bem:

  • “Relaxa, quando você menos esperar vai engravidar” – Algumas vezes a causa da infertilidade foi detectada clinicamente, ou seja, há uma questão fisiológica envolvida, então relaxar pode não ser a solução. Claro que a ansiedade pode atrapalhar, pois a saúde emocional interfere na saúde física, mas nem sempre é uma questão de ansiedade.
  • “Você é muito nova, não se preocupe com isso agora” – Para quem quer ser pai ou mãe, a idade não importa.
  • Contar pra todo mundo – Esse é um assunto delicado para falar pra alguém, e se a tentante te contou que está com problemas para engravidar, é porque ela se sentiu confortável para isso, mas talvez ela não se sinta confortável com outras pessoas sabendo, então não conte para os outros. Pode ser desgastante para a tentante ter que explicar a situação repetidas vezes para as pessoas.
  • “Por que vocês não adotam?” – Adoção é um grande ato de amor, mas é um assunto delicado. Gestar um filho é uma experiência que muitas mulheres querem ter. O processo de adoção é complicado por si só e muitas vezes essa hipótese já foi considerada. É preciso preparo psicológico e disposição para receber a criança adotada, e essa é uma questão que só cabe ao casal, não deve ser imposto ou cobrado.
  • “Vocês já tentaram determinada posição?” – Além de ser um assunto muito íntimo e ter pessoas que não se sentem à vontade para falar sobre isso, esse tipo de comentário coloca a responsabilidade da concepção não ter acontecido sobre o casal, e algumas vezes é um problema fisiológico. Quem está no processo de tentativa provavelmente já conhece os “saberes e posições populares”.
  • “Por que vocês não recorrem a métodos artificiais, como fertilização ‘in vitro’?” – Esses procedimentos costumam ser caros e complicados e, se o casal não tem condições financeiras de arcar com um tratamento desses, acaba sendo mais doloroso. Além disso, não é um tratamento garantido; se o casal já tentou e não deu certo, ouvir isso pode doer muito mais.

  • “É só esquecer que você consegue” – Algumas mulheres realmente não engravidam devido tensão e ansiedade, mas se o problema é biológico, relaxar e esquecer não farão diferença. Além do que, se a mulher está tentando engravidar, esse é o foco dela, então fica difícil “esquecer”. Uma forma pode ser oferecendo ajuda, propondo atividades para distrair e entreter, como assistir um filme, sair para conversar, reunir as amigas…
  • “Corre, porque a idade boa para engravidar é até os 30!”Esse tipo de comentário coloca muita pressão em quem já está tentando. Quanto mais jovem, maiores as chances de engravidar devido a quantidade e qualidade dos óvulos, mas isso não é tudo.
  • “Mas como você vai fazer com seu trabalho?”Há alguns pontos a serem considerados: gravidez não é doença, então é possível crescer profissionalmente enquanto desfruta da maternidade; talvez a prioridade da tentante seja a família e o filho, e não a profissão; a tentante pode dar uma “pausa” na profissão para se dedicar ao filho e depois voltar a trabalhar, ou pode tentar uma nova profissão, ou pode não querer trabalhar mais de carteira assinada.
  • “O problema é com o seu marido? Fale para ele tomar gemada!” não há nenhum problema em acreditar em receitas naturais, mas a melhor pessoa para orientar o casal é o médico, que sabe do histórico deles e oferecerá os tratamentos possíveis.
  • “Está tentando a X tempo e não conseguiu? Acho que você não vai conseguir engravidar” – Isso não se parece com um conselho, e não ajuda em nada desestimular uma pessoa que está se esforçando para ter um filho.
  • “Talvez inconscientemente você não queira ter filhos.”Tente compreender mais sobre o processo, não é bom fazer diagnósticos imediatos. É muito triste para uma mulher que sonha em ter filhos ouvir isso. Mesmo que a análise seja válida, é indicado que um profissional a faça, quando solicitado.
  • “Por que você quer filhos? A vida sem eles tem mais liberdade e menos cansaço” – Filhos mudam a rotina, ser pai ou mãe não é tarefa simples, mas quem quer engravidar está disposto a passar por essas dificuldades das quais as pessoas tanto reclamam. Além disso, quem esta tentando engravidar pode sentir que o outro tem o ouro na mão e não está dando valor.

Então, o que dizer a uma mulher/casal que esta tentando engravidar? Esse é um assunto delicado e não existe palavra mágica. Se a pessoa é sua amiga e você tem intimidade com ela, você pode perguntar e conversar sobre os motivos citados acima. Mas lembre-se de ter cuidado e discernimento. Se não for sua amiga, só diga algo que for realmente construtivo, como uma boa experiência de alguém que conseguiu passar por isso. Seja bondoso e tente entender a situação da tentante. Mas o que a pessoa realmente precisa é ser ouvida; é de alguém que entenda o que ela está passando e quão delicado e difícil isso pode ser.

Não condene e nem questione as decisões do casal. Tente entender e até incentivar, mas não coloque pressão sobre eles. Seja empático, se coloque no lugar dela e pense o que você gostaria de ouvir. Um “eu sinto muito”, “estou orando por vocês”, “conte comigo caso eu possa ajudar em algo” são muito válidos, acalmam e já ajudam. A pessoa sente que não está sozinha e que tem com quem contar.

quem faz parte desse post

Texto: Psicóloga Juliana Gomes