Teste do Olhinho – Saúde do Bebê

Para quem está acompanhando nossos posts sobre Saúde do Bebê, já percebeu que estamos abordando tudo com muito cuidado, muita informação para esclarecer todas as dúvidas possíveis.
Já falamos sobre as primeiras vacinas Hepatite e BCG, teste da orelhinha, vitamina K, teste do pezinho e muito mais.

O teste do reflexo vermelho é um exame simples, rápido e indolor. E muuito importante! Ele é baseado na percepção do reflexo que aparece quando um feixe de luz atinge a superfície da retina (sabe quando na fotografia aparece o “olho vermelho”? Então… É o mesmo processo!).

Para que este reflexo seja observado, é necessário que a passagem para o feixe de luz esteja livre, sem obstáculos, e é esse o objetivo desse teste: verificar se existe obstrução à passagem da luz. O exame é realizado pelo pediatra com um aparelho chamado oftalmoscópio direto, que deve ser posicionado a uma distância de aproximadamente 30cm de cada olho do bebê. Este aparelho emite um feixe de luz que, ao incidir sobre as pupilas, é refletido, caracterizando o reflexo vermelho.

Algumas doenças como catarata congênita, glaucoma congênito, hemorragias, inflamações e até tumores, como o retinoblastoma, podem impedir a passagem da luz e prejudicar o desenvolvimento visual do bebê. O pediatra deve fazer este teste logo após o nascimento, de preferência, ainda na maternidade. Se não for possível realizar nesse momento, o teste deverá ser realizado na primeira consulta de seguimento.

O bebê quando nasce não enxerga com nitidez e não tem percepção de cores. Isto acontece porque a parte da retina que é responsável pela diferenciação das cores e nitidez ainda não está completamente formada ao nascimento. Seu bebê vai aprender a enxergar da mesma forma que vai aprender a falar e andar, mas para que o desenvolvimento visual aconteça, é necessário que as estruturas transparentes responsáveis pela passagem de luz estejam normais. E como o desenvolvimento da visão é mais intenso nos primeiros 06 meses de vida, quanto mais precoce for detectado anormalidade no teste, mais cedo seu bebê poderá fazer o diagnóstico correto e receber tratamento adequado no tempo certo, possibilitando o desenvolvimento normal da visão.

No estado do Rio de Janeiro a Lei no 3.931 de 05 de setembro de 2002 torna obrigatório à realização do teste do reflexo vermelho em todos recém-nascidos

quem faz parte desse post

Foto da Capa: Pitanga Fotografia
Foto 1: Verywell
Foto 2: The Portland Hospital

Deixe seu comentário