Dentição Completa

O nascimento do primeiro dentinho de uma criança é um momento muito esperado e também de preocupação pelo incômodo que alguns bebês podem ter. Geralmente vem acompanhado de dúvidas, principalmente em relação aos sinais e à idade em que o primeiro dente nasce. E é também um momento de muito alegria, graças ao tradicional sorriso da criança com os dois dentinhos inferiores, que é muito fofo!! Não é mesmo?

Os dentinhos da Chloe ainda não nasceram, e nós já estamos cheios de expectativas, nos preparando para esse momento.
Aqui no blog, nós já mostramos um pouquinho da chegada dos primeiros dentinhos da Bela, e das  adaptações dessa fase delicada. Hoje a Dra. Márcia tira todas as nossas dúvidas e fala sobre a Dentição Completa do seu bebê.

A primeira dentição (dentes decíduos ou dentes de leite) surge por volta do 6º mês de vida. O nascimento destes dentes (erupção) segue uma ordem bem definida. Os primeiros dentinhos que nascem são os dentes incisivos centrais. Depois os incisivos laterais, primeiro molar, canino e, por último, o segundo molar, sempre começando pela arcada inferior. Por volta dos 2 – 3 anos de idade, a criança já possui os 20 dentinhos da primeira dentição.

Cada dente apresenta uma função específica na mastigação e o formato do dente depende da função exercida… Os incisivos cortam, os caninos dilaceram e perfuram e os molares “esmagam” os alimentos.

A fase inicial da dentição é um momento difícil para a maioria dos bebês e também para os pais que ficam preocupados com o desconforto do bebê. E quais são os sintomas?! Geralmente os sintomas ficam mais evidentes alguns dias antes do nascimento do dente, ou seja, quando o dente “rompe” a gengiva. O bebê pode ficar mais irritado, apresentar dificuldade para dormir, ficar mais choroso, babar mais que o habitual, “roer” e mastigar objetos. A gengiva pode ter aumento de volume e ele pode ter também dificuldade para comer e beber. Às vezes pode ocorre pequeno sangramento na gengiva.

A febre, apesar de ser atribuída com frequência ao nascimento do dente, não é comprovada cientificamente como um dos sintomas. Se o bebê apresentar febre, ele deve ser examinado para afastar outras causas de febre. Devemos lembrar que geralmente nesta idade o bebê vai para a creche e começa a ter contato com outras crianças, o que aumenta a chance de contrair infecções virais. Além disso, a mudança da alimentação, com a introdução de novos alimentos, pode alterar o hábito intestinal da criança e a consistência das fezes. Assim, apesar de muitas pessoas acreditarem que febre e diarreia são sintomas da dentição, não existe comprovação cientifica dessa associação. Se seu bebê apresentar estes sintomas, procure o pediatra.

Em algumas situações específicas, como quando o dente apresenta dificuldade para eclodir, pode surgir um processo inflamatório local que pode causar febre e dor. Mas não é frequente.

A dúvida mais frequente é sobre o que fazer para aliviar esse momento tão difícil na vida do bebê. Antes de tudo, é importante esclarecer que esse desconforto faz parte do processo da dentição, e os sintomas vão desaparecer logo após o nascimento do dente. E todo processo exige dos pais paciência e carinho com o bebê.

Todas as estratégias são paliativas, ou seja, não resolvem o problema. Elas tentam amenizar o quadro e apresentam efeito temporário. Por exemplo, a massagem da gengiva. O bebê é pequenino mas já coloca a mão na boca esfregando os dedinhos na gengiva para tentar aliviar o incômodo.

Você pode ajudá-lo nesta tarefa fazendo massagem com seu dedo por 1 a 2 minutos, isso geralmente alivia o bebê

Mas o que mais vai ajudar o bebê é a mastigação, e existem vários brinquedos flexíveis que podem ser utilizados com esta função (ex: chocalhos, anéis dentição, “mordedores”). Procure utilizar os aprovados pelo INMETRO, eles são mais seguros! O ato de mastigar traz conforto para a gengiva sensível e irritada do bebê, e prepara a mucosa para a erupção do dente. Alguns modelos podem ser colocados na geladeira.
Uma dica: a baixa temperatura ajuda a amenizar o desconforto.

O uso de pomadas tópicas, apesar de altamente difundido, não apresenta comprovação cientifica. Os mais utilizados são “nenê-dent” e a camomilina C.

O “nenê-dent” não deve ser utilizado porque o uso de anestésicos locais podem causar efeitos adversos . Além disso, embora a quantidade de anestésico que existe nesta pomada seja pequena, dependendo da quantidade utilizada, ela pode anestesiar língua e garganta, o que pode prejudicar o reflexo de deglutição.

Atualmente, o seu uso não é recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria e pela Sociedade Brasileira de Odontopediatria.

A Camomilina C é uma cápsula com líquido no interior, contém a camomila que tem efeito sedativo leve quando utilizada por via oral, e o alcaçuz, que possuiu ação anti-inflamatória leve.
Em casos extremos, você pode utilizar um analgésico, mas sob orientação médica.

E a visita ao dentista? Quando eu devo levar meu bebê ao dentista?

A primeira visita ao dentista deve ocorrer após o nascimento do primeiro dente ou quando a criança completar um ano de vida. É uma visita preventiva. O objetivo é acompanhar a erupção dos dentes e o desenvolvimento das arcadas dentárias. Às vezes, o ato de examinar a boquinha da criança não é tarefa simples, e nesse momento o conhecimento técnico e abordagem psicológica adequada ao atendimento de crianças são muito importantes. Por isto, dê preferência ao Odontopediatra, ele é o profissional ideal para cuidar do seu bebê.

O nascimento de cada dente pode ser um processo difícil para criança e para a família. E, infelizmente, não existem medicamentos realmente eficazes para resolver o incômodo do bebê. Podemos ajudar o neném com as medidas paliativas e oferecer muito carinho, para confortá-lo nesse momento difícil.

quem faz parte desse post

Fotos: Blossom Farm |

Deixe seu comentário

1comentários

  1. Patrícia - 1 de novembro de 2017 às 09:20

    Meu filho tem 1 aninho e apenas 2 dentes de baixo!!! Estou ansiosa pra ver os outros nesse sorriso lindo rsrs
    Sei que cada criança tem seu tempo, mas a ansiedade pra ver mais essa evolução é grande 🤓