{Tem Amor Aqui Dentro} O Amor na Segunda Gestação

A gestação é um momento único na vida de um casal. Seja planejada ou não, as mudanças vêm com tudo quando você menos espera. Já vivemos isso e sabemos que é um amor tão intenso por um ser que a gente nem conhece,que sentimos vontade de guardar cada fase em um livro, para ler sempre que tiver saudades e nunca mais esquecer. Fizemos um Diário de Gravidez para lembrar de pequenos momentos, e é tão bom reler.

Na gravidez da Chloe, a Ju contou cada detalhe, desde a descoberta até o relato de parto. Muitos momento emocionantes foram vividos. Já a Lore compartilhou seus dois presentes: a gravidez da Bela, e do Pedrinho, o menino da casa.

E hoje vamos compartilhar com vocês a descoberta do segundo bebê e todas as mudanças que ele traz para a nova família! A mamãe Raphaela conta como é importante a presença do parceiro nesse momento e o que ela mais sentiu de diferente da primeira gestação, pelas lentes da Gabi, da Pitanga Fotografia.

Está passando por essa fase? Compartilha conosco o que você mais sente de diferente da primeira gravidez e o que mudaria…

“Nunca pense que toda gravidez é igual… Tudo é completamente diferente! Na primeira gravidez, nos programamos para tudo; organizamos com antecedência cada detalhe com todo o cuidado, e tivemos tempo para isso, afinal, não tínhamos filhos. O marido, marinheiro de primeira viagem também, teve todo o zelo e cuidado. Pensava que a qualquer momento poderíamos quebrar. Muito cuidado, muito amor… é lindo de se ver!

Já no Segundo, tuuuudo é diferente… apesar de ansiosos, não temos tempo para essa ansiedade pois temos o primeiro para dar conta e nos doar por inteiro. Por outro lado, o tempo passa muito mais rápido porque tudo se torna muito mais curto. Não temos tempo para detalhes, para nos organizar, pois quem está aqui exige toda nossa atenção e cuidado. Então, fazendo uma rápida comparação, enquanto no primeiro aos 6 meses já estávamos com tudo pronto, no segundo entramos nos 9 meses ainda com pendências. Quanto ao marido, já experiente, já não nos trata como uma bonequinha de porcelana, aprende que somos guerreiras e damos conta do recado!

E, nessa segunda gravidez é que chegamos na parte mais delicada, de saber dividir a atenção entre a irmã mas velha e o caçulinha que está chegando. Esse passa a ser o nosso maior medo, e voltamos a ser marinheiros de primeira viagem… Como devemos fazer para não existir ciúmes e nem nenhum tipo de concorrência quanto a quem terá mais nossa atenção, por exemplo.

Nossa filha está contando os minutos para o irmãozinho nascer…. estamos trabalhando na ideia de que ela vai nos ajudar a cuidar dele e que ela será o maior amor da vida dele… com isso, aumentamos sua alto estima, fazendo com que ela já o ame incondicionalmente.”

quem faz parte desse post

Fotos: Pitanga Fotografia

Deixe seu comentário