{Saúde do Bebê} – Teste do Pezinho

Se você acabou de entrar no mundo da maternidade e tem se perguntado sobre alguns dos primeiros exames do bebê, hoje o post é para você. E, se você já é mãe, e mesmo assim tem dúvidas sobre o tanto de exames, vacinas e cuidados, a Dra Márcia explica a importância de cada um e como funciona no corpo do bebê. Você pode ver mais sobre Vitamina K, a primeira injeção do bebe e sobre as primeiras vacinas aqui.

Hoje, vamos falar sobre o famoso TESTE DO PEZINHO. Você já fez no seu bebê? Você sabe para que serve? Ele pode salvar a vida do seu filho, e a Dra. Márcia explica o porquê.


O que é?

O teste do pezinho é um exame que permite o diagnóstico precoce de doenças metabólicas, genéticas, enzimáticas e endocrinológicas quando elas ainda não apresentam sintomas. O diagnóstico precoce permite o tratamento de doenças que se não forem tratadas no tempo certo podem causar sequelas no crescimento e desenvolvimento do seu bebê e em alguns casos, infelizmente, até a morte.

E como é feito o exame?

Para realizar o exame é necessário coletar amostras de sangue do bebê. Geralmente esta coleta é feita com um furinho no calcanhar do bebê. Através deste furinho conseguimos coletar algumas gotinhas de sangue que são colocadas em um papel especial chamado ”papel de filtro” (daí o nome “teste do pezinho”). O período ideal para fazer o teste é do 3º ao 5º dia de vida.

O teste do Pezinho foi trazido ao Brasil pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) em 1976. Em 1992, o ministério da saúde criou uma portaria que permitiu a incorporação do teste ao Sistema Único de Saúde (SUS) e determinou a obrigatoriedade e gratuidade do teste em todos os recém-nascidos.

Inicialmente o teste do pezinho incluía apenas a avaliação para Fenilcetonúria e Hipotireoidismo Congênito. Mas no ano de 2001, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) e permitiu a ampliação das doenças que podem ser detectadas neste teste. E, graças a este programa, atualmente na rede pública de saúde de todo pais, o teste oferecido gratuitamente detecta seis doenças: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, fibrose cística, anemia falciforme, hiperplasia adrenal congênita e a deficiência de biotinidase.

Na rede privada (laboratórios e clínicas particulares), o teste oferecido detecta outras doenças além das mencionadas no teste do posto, como deficiência de G-6-PD, galactosemia, cromatografia de aminoácidos e toxoplasmose congênita.

Importante: o Teste do Pezinho é apenas um teste de triagem. Se o resultado for alterado ele deve ser confirmado com exames mais específicos para que se tenha o diagnóstico de certeza

Você sabia que existe o dia nacional do teste do pezinho? Esta data foi criada para alertar a população sobre a importância de se realizar este exame!

quem faz parte desse post

Foto 1: Phusantampuc
Foto 2: Mika Amato

Deixe seu comentário