{Rádio Lápis de Mãe} Geração Eu

Rádio Lápis de Mãe entrando na sua casa….

O livro “Geração eu” diz que o esforço de proteger a todo custo a autoestima das crianças, não fez com que elas se tornassem equilibradas e felizes.

Temos hoje uma geração de crianças que se acham importantes demais.
Se atendermos a todas as vontades do filho, ele cresce despreparado para lidar com a decepção e críticas. Então, quando estiver com os amiguinhos, vai sempre querer impôr sua vontade, afinal, ele é quem manda – em casa -, porém a vida não é um lar afável.

Não encontrando no grupo, escola e futuramente no trabalho e na família que construirá, todas as vontades atendidas, vai se considerar maltratado. Vai procurar submeter todas as suas ordens e vai fracassar, claro. Vai achar: “estão contra mim, não é possível.”
Consequentemente vai viver mudando de lugar, de emprego, de amigos e de parceiros.

Tudo começou quando lá na infância os pais acharam mais fácil deixar o filho seguir seu próprio caminho do que barrar as inclinações desgovernadas que se levantam no coração.
Fugir dessa responsabilidade é uma ATITUDE COVARDE. Sorry!

Virá o tempo em que esse filho trará vergonha na sociedade. Sinto muito….

Os pais que foram incentivados a sempre SÓ elogiar e não corrigir para que a criança se sentisse especial e assim ela se tornaria um adulto com boa autoestima, deu ruim, porque, na prática, o resultado tem sido outro.

Ensinando a não se gabar e sim pensar nos outros, ajudar, dividir, estamos ensinando humildade. Preparados estarão para a vida real.

Liste pessoas que precisam de roupas, brinquedos, comida e faça uma limpa em casa para que sua criança sinta que há mais alegria em dar do que em receber.

💋 da VovóFarofa

quem faz parte desse post

Foto: Ítalo César Fotografia

Deixe seu comentário