Primeira viagem com a Bela

Exatamente no dia em que a Bela completou 3 meses nós viajamos para o Rio de Janeiro. Eu não criei muitas expectativas de como ela iria se comportar na viagem e em lugares diferentes da nossa casa. Para ser sincera, imaginei o pior para me contentar com o que viesse.

Eu queria muito que a Bela fosse conhecer a família carioca, especialmente a bisa e o biso. Viajar de avião não foi uma opção. Eu precisava de um carro no Rio para me locomover e carregar toda a “parafernalha” da nossa bebezinha não era uma tarefa tão fácil. Claro que daria certo o carrinho e uma pequena mala, mas eu queria ficar bem à vontade, não ter que lavar roupinhas e só passear! rs Também queria que a Bela ficasse confortável. Ela ama o bouncer, o tapetinho de atividades, e como seria uma viagem de 7 dias, achei que seria legal carregar.

Não fui prática porque fui de carro, então aproveitei bem o porta malas! E lá fomos nós: Bela, vovó Mary e eu em direção ao Rio. Escolhi sair de casa em um horário que a Bela já tivesse dormido bastante, mas ainda estivesse com soninho. Ela ama dormir até tarde, então saímos às 6 da manhã. Eu sabia que até às 10 ela dormiria, e esticaríamos bem a viagem. Mas, como não se tratava de um berço gostosinho, mas um bebê conforto, ela acordou antes do esperado, mas com um ótimo humor. Paramos para trocar a fralda e amamentar e lá fomos nós.

Os momentos difíceis foram ao final da viagem. Em uma das paradas ela fez o número 2 maior do universo e sujou tudo! Por que eles guardam justo para essas situações? rs… Mas, superamos! Eu praticamente tomei banho em uma das paradas. E, faltando meia hora para chegar na casa da bisa ela reclamou sem parar! Se a gente fica cansado, imagina um bebê que fica preso na cadeirinha? A viagem durou 7 horas e se não fosse a vovó contando histórias e cantando teria levado umas 10 horas! (Obrigada, mãe!)

Meus grandes receios quanto ao Rio de Janeiro eram: calor e mosquito. A Isabela é muito calorenta e eu temia os malditos insetos. Ela, muito novinha, não podia usar repelente e eu também não podia abusar nas roupas, tinha que ser tudo fresquinho.

Bela1

Quando cheguei na casa dos “bisos” foi muita alegria! Impagável a minha avó materna, quem me criou, pegando a Bela no colo, beijando e se emocionando! 4 gerações reunidas! Foi muito amor! Essa minha avó é cheia das táticas e manias! “Nada de bebê sem meias”, “sem chupeta vai pegar o dedo”, “é soluço? é frio!”… e por aí vai… O dia em que chegamos estava um calor absurdo! Muito quente mesmo! Para piorar, fomos para o lugar mais quente do Rio, leitoras cariocas entenderão! Fomos para Realengo/Bangu! É um “bafo quente” e só dá para sobreviver no ar condicionado. Então, a vó, que sabe de tudo, logo falou: “não pode amamentar agora porque seu leite está quente e vai dar dor de barriga na Bela. Lave os pulsos antes”. Eu, logo falei: “nada a ver, vó! Se for para o polo norte meu leite vai congelar?” Já imaginam o que aconteceu, neh? Pode ter sido coincidência, sei lá! Mas meia hora depois de amamentar, a Bela começou a chorar e assim permaneceu por duas horas! Aquele choro doído, que faz mãe chorar junto! No primeiro dia de viagem eu já queria pegar minhas coisas e voltar para casa!

Quando tudo passou fomos para a casa da titia Junia e a noite foi relativamente tranquila. Nessa noite eu senti muito a falta do Diego. É tão bom dividir o colo a noite, na hora de ninar para dormir, não é mesmo? Eu não poderia simplesmente bater na porta do quarto da minha irmã e cunhado e falar: “olha, estamos ótimas, mas você pode segurar um pouquinho porque me braço está doendo? Só 5 minutos!”rs.. Fiz uma oração, coloquei uma música bem calminha e em 10 minutos a Bela já tinha embarcado.

O problema de dormir junto com a minha bebezinha é que eu fico olhando para ela o tempo todo, e checando a temperatura. “será que está com calor?”, “e se eu cobrir as perninhas?”. Sem contar que fico com dor no pescoço porque não quero virar para o outro lado! Que loucura! rsrs Ah! E também via mosquitos imaginários! Levemente pirada da cabeça! rs

Os dias seguintes foram maravilhosos. Passeamos muito, a Bela ficou ótima! Conheceu toda a família, ficou no meio da bagunça e muito barulho, passou calor e estava tudo bem (mas, mãe tem oração forte e veio uma frente fria para o Rio! Ufa! rs). A viagem foi muito importante para mim! Criei mais segurança, ganhei experiência e praticidade e quase morremos de saudades do papai! Nos dois últimos dias nós duas fizemos uma viagem curta para o interior do Rio para conhecermos o sítio do vovô Luizinho! De quebra a Bela conheceu meu cachorro, o Palermo, mas ele só tinha olhos para mim (isso foi muito bom, afinal, depois que você vira mãe, ninguém te cumprimenta mais, vão direto bajular o bebê! rs).

3 meses é muito bebezinho ainda. Precisa das sonequinhas, de alguns momentos mais tranquilos e sem muito barulho, mas ao mesmo tempo, tudo o que a Bela mais precisa eu tenho! Colinho, segurança e mamazinho! É tão, mas tão bom poder decidir fazer alguma coisa e sair de casa em 5 minutos! Basta uma bolsa com um par de fraldas e uma muda de roupa! Amamentar exclusivamente é uma das maiores alegrias e comodidades para mim. Acho que mais para frente, quando “tiver que carregar a casa toda” fique mais difícil, não sei! O legal é que eu vivi essa experiência e nós duas sobrevivemos muito bem!

Eu me privo de algumas coisas? Com certeza! Quando cai a noite procuro estar em lugares mais calmos, e não deixar a Bela muito estressada. Não fiz os programas praianos e típicos do Rio de Janeiro, mas ao mesmo tempo, tento inserir a minha bebê nas minhas atividades e é muito bom. Filho não é sinônimo de que a vida parou, mas de que agora é diferente e tão bom quanto!

Estamos prontas para a próxima viagem! E será essa semana! Dessa vez o papai vai junto e estou pensando seriamente em desaparecer por uma horinha e fazer uma massagem relaxante! Conto para vocês depois!!!

bela5Bela9
Preciso dizer que a banheira inflável do patinho foi sucesso! Contei para vocês no post do enxoval que o Diego achava bem inútil essa compra, mas deixei claro que não foi! Bom demais poder carregar a banheira. Não se vocês, mas eu amo muito a hora do banho! A Bela relaxa, fica fresquinha e renova os ânimos. O bom é que basta um paninho com álcool e já está limpinha, não ocupa espaço no carro, é leve e a família faz a festa vendo a Bela tomar banho! Fez tanto sucesso que até a priminha Rafa tomou banhou também.

bela2Bela3Bela7Bela17Bela10Bela11Bela6Bela13
Fotos de Iphone

 

Deixe seu comentário

14comentários

  1. Mary - 29 de dezembro de 2015 às 22:29

    Quem é aquela de bota verde? Cruzem

    1. thais - 5 de Janeiro de 2016 às 08:37

      é a dona Mary, mãe da Lorena e Junia!!

    2. thais - 5 de Janeiro de 2016 às 08:37

      é a dona Mary, mãe da Lorena e Junia!!

      1. thais - 5 de Janeiro de 2016 às 08:38

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é vc néeee?? kkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Thayna Porto - 30 de dezembro de 2015 às 00:19

    Lindaas!! Lore depois você podia dar dicas de como você tira as fotinhas da Bela?, assim sem ser estilo newborn mas que também fica lindo!!!

    1. Lapis Noiva - 30 de dezembro de 2015 às 14:21

      Oi Thayna,vamos tentar fazer um post sobre isso!

  3. Raquel Santiago - 30 de dezembro de 2015 às 01:43

    Lore… Como as nossas Belas são parecida! Huahuahuahuahua…. Li sua narrativa, como se fosse a minha experiência com ela. Ainda não viajei, mas agora em fevereiro, iremos pro retiro de carnaval… Já estou sofrendo por antecipação… Kkkkkkkk ela vai dá show, pode ter certeza!
    A partir do seu post, eu vou me orientar e saber mais ou menos como será… Obrigada por ter criado oo espaço @lapisdemae… É incrível a semelhança na rotina de nossas crianças, isso ajuda tanto no dia a dia. Muita saúde pra vcs! Beijos
    Estamos ligadinhas aqui no blog!
    Eu e Bela

    1. Lapis Noiva - 30 de dezembro de 2015 às 14:23

      Oi Raquel! Ai que alegria saber disso, é bom ter esse retorno de vocês, saber que não estamos sozinhas aqui! Obrigada de coração!

      1. Raquel Santiago - 12 de Janeiro de 2016 às 23:15

        Esse espaço é muito importante pra nós, pra mim então… Que ele se torne cada vez maior! Bjs

  4. keiciane Santos - 4 de Janeiro de 2016 às 14:32

    Muito fofa essa Bela.

  5. Amanda Ribeiro - 5 de Janeiro de 2016 às 11:50

    que delicia de viagem! passa muito rapido! adoro viajar, espero conseguir viajar com o bebê!
    bj
    Amanda Ribeiro
    @mamaequeviaja

  6. Jaqueline - 6 de Janeiro de 2016 às 09:36

    Lore, leio o blog todos os dias. .
    A bela é linda e grandona, rs. Vó sempre sabe das coisa, bisa então…
    Que bom que ela ficou bem.

    Beijos!

  7. Clariane - 8 de Janeiro de 2016 às 14:13

    Oi, me identifiquei com sue post!! O Davi está com 4 meses e também vivi tudo isso para via jar no reveillón!! Affeeee…a gentle sobrevive e é Bom demais!!

    1. Lapis Noiva - 19 de Janeiro de 2016 às 01:46

      rsrsrsrs que bom neh!!! um beijo pra vcs!