O que eu gostaria de ter escutado na gravidez

Quando a Bela estava com uns 3 meses recebi um texto entitulado “o que eu gostaria de ter escutado na gravidez” por e-mail e me identifiquei com muitas coisas. Outras, achei exagero, mas se tivesse lido antes da Bela, teria dado mais importância. Claro que cada caso é um caso, que cada mãe sabe o que é prioridade e importante, mas eu me identifiquei com muita coisa desse texto, especialmente sobre o que as pessoas falam e apontam como o certo. Sei que a maioria fala para o nosso bem, porque geralmente são pessoas próximas e nos amam, mas vale muito a pena seguir o coração, deixar o instinto falar mais alto.

Mas antes, algumas fotos do meu barrigón, porque estou com saudades! rs (Bela, 8 meses na barriga da mamãe). Sou muito a favor de comemorar momentos felizes e fases marcantes da vida.

Lore_8meses_junialane027 Lore_8meses_junialane029 Lore_8meses_junialane034 Lore_8meses_junialane087Lore_8meses_junialane025Lore_8meses_junialane075Lore_8meses_junialane078

(Texto na íntegra como recebi. Se alguém souber a autora, por favor mencione nos comentários)

“- informe-se sobre o parto, mas antes de fazer sua escolha, tenha em mente que seu corpo é maravilhoso, divino e forte. Se quer mesmo uma cesárea, escolha somente por você. Não deixe ninguém dizer que não será capaz de um parto normal, porque a dor é absurda, porque seu bebê é muito grande, porque o cordão umbilical tá enrolado no pescoço. Caso escolha um parto normal, não tenha medo de sentir dor, a dor é necessária, é só se entregar a ela que tudo corre naturalmente;

– Enxoval, quartinho decorado e o book gestante não é o mais importante; 

– Informe-se sobre amamentação, veja outras mulheres amamentarem, assista a vídeos, leia, visite um banco de leite. Amamentar não é fácil e exige muito da gente. Você vai ouvir muito falar da “pega correta”, e vai se sentir muito mal por não achá-la no início. Mas você e seu bebê irão aprender juntos! A “pega” não é uma coisa que aprendemos e estacionamos nela, às vezes vai pegar errado de novo e de novo. Seu peito vai doer e sangrar nos 15 primeiros dias mas depois melhora, e aí começa o prazer da amamentação, então, não desista;

– O primeiro mês é punk, o puerpério é muito difícil! São os hormônios e sua nova vida. Você vai ter a sensação de que nunca mais será a mesma e talvez não seja mesmo, e isso é ótimo. Nessa fase somos isoladas do mundo, sim, o bebê realmente é bem vulnerável e precisa desse isolamento, mas a única forma de passar pelo puerpério com mais tranquilidade será ouvindo as mulheres que já passaram por isso;

– Suma com o leite de vaca da sua vida, se não conseguir sumir pra sempre, suma ao menos no primeiro mês. Eu antes de ser mãe, jamais me vi tomando leite vegetal, agora tomo leite de arroz, de aveia, de inhame;

– Seu bebê vai mamar o dia todo. Sim, deixa! Esse é o segredo da amamentação, quanto mais ele mama mais você tem leite. Esqueça o relógio e faz cara de paisagem pros pitacos de que seu leite não tá sustentando por isso ele chora ou de que ele faz seu peito de chupeta. Apenas deixe ele mamar. Pensa na cadela que da cria, ela fica com os seus filhotes pendurados o dia todo, só levanta pra beber um pouco de água e comer. Se assuma como mamífera, volte a sua ancestralidade. Se entrega, é por pouco tempo. Ele vai começar a aumentar os intervalos das mamadas sozinho, no tempo dele. Pense que ele não mama só porque sente fome mas porque ele quer estar perto de você, sentir seu aconchego, seu cheiro, seu calor. Acredite, isso é muito importante pra ele;

– Seu bebê vai chorar inconsolavelmente, você vai chorar junto por não saber o que fazer, mas aos poucos vai saber acalma-lo só com sua voz;

– Seu bebê não vai dormir, ele vai acordar durante toda a madrugada, você vai ficar exausta e mal humorada, mas vai melhorando e você acostumando. Não se culpe pela sua irritação, você não é de ferro;

– Esqueça as regras dessa sociedade esquisita, seu bebê pode dormir agarradinho com você na cama, aquele berço é só solidão pra ele. Também dê colo, muito colo, colo é amor. Mais uma vez tenta cagar pra opinião dos outros, seu bebê pede colo porque precisa, ele é muito pequeno pra te manipular fazendo ‘manha’ (definitivamente ele não sabe o que é isso);

– Hora de pesar o bebê, hora da ansiedade master. Mas olha, seu bebê não é igual ao da sua irmã ou da sua amiga, cada um se desenvolve de um jeito. O pediatra fofo pode receitar aquela fórmula de leite artificial, aliás, você já sai da maternidade com ela prescrita, o que é um grande desperdício pra amamentação. Deixa eu te contar um segredinho, esse médico participa de infinitos congressos com tudo pago pela doce Nestlé, por isso essa tara por bebês gordinhos. Troque de médico se for o caso. Lembre-se: seu leite não é fraco;

– O outro lado vai te cobrar um corpo perfeito logo após a gravidez. Sua barriga infla como um balão nos 9 meses e eles vão querer seu corpo de volta em 1 mês. Na boa, as pessoas não entendem que o que você está vivendo é muito mais profundo e lindo do que um corpinho nota dez na frente do espelho. Suas olheiras serão profundas, seu cabelo não será o mesmo e isso realmente não vai te importar tanto. Se você ouvir alguma palhaçada, mande a m* essa pessoa tão superficial

– Quando começar a sentir-se segura pra sair sozinha com seu bebê, saia! É difícil levar tudo, é difícil parar pra amamentar na rua, é difícil quando o bebê tem crise de choro e as pessoas te olham com ar de reprovação ou piedade, mas saia! O povo acha que lugar de mãe é em casa, bebês não são bem-vindos em qualquer lugar, o choro do bebê incomoda, crianças que correm incomodam, crianças cheias de energia também incomodam. Então, resista e saia. Lugar da mãe e do seu bebê é aonde ela quiser. Compre um sling e seja feliz!;

– E a mais importante: a prática destrói qualquer teoria. A teoria é linda e perfeita no papel. Faça o que seu coração mandar e não se crucifique tanto!

Enfim, não é fácil e ninguém conta a parte ruim quando estamos grávidas!

Somos infantilizadas demais durante a gravidez, como se aquele momento se reduzisse a enxoval e coisas fofas, não somos preparadas prara enfrentar a realidade.

Depois do primeiro mês, tudo vai ficando mais fácil. É só você pensar que maternidade é entrega e você só precisa amar, amar e amar!”

Lore_8meses_junialane024

Fotos: Junia Lane

Deixe seu comentário

26comentários

  1. Larissa - 17 de fevereiro de 2016 às 10:04

    Eu não tenho bebê ainda, mas venho aqui ler tudo, e sempre me emociono muito… hoje não foi diferente!! Sigo o Lápis desde o início! Sou apaixonada por vocês.

    Obrigada

    Lalá
    (Larissa Tiefenthaler) 🙂

    1. Lapis Noiva - 17 de fevereiro de 2016 às 14:11

      Oi Lari, que felicidade saber que vocês gosta do nosso trabalho. Vai pegando as dicas pro futuro! rsrs. Beijos.

  2. Keiciane Batista - 17 de fevereiro de 2016 às 17:49

    Adoro todos post do lápis de mãe, já estou aprendendo de tudo um pouco! Esse blog é tudo de bom. Adoro!

  3. Lane - 17 de fevereiro de 2016 às 23:20

    Venho aqui todos os dias. Me apaixono mais por esse mundo materno.
    ainda não sou mãe , mas sonho muito e com esses postes é que fica fácil flutuar no futuro.
    Ruim é quando você abre a página e não tem post, rsrrs… #ansiedade…
    Amo muito vocês.
    Bjs :*

  4. Carolina - 19 de fevereiro de 2016 às 00:34

    Sensacional o texto e o post. O melhor que já li!
    Sem semsacionalismo. Sem dualidades. Sem críticas. Sincero. E quem já passou por um puerpério sabe bem a profundidade e realidade dessas palavras.
    Parabéns por compartilhar!
    E quando descobrir a autora, nos conte, merecido os créditos! 😉 ♡

  5. Tahiana - 19 de fevereiro de 2016 às 07:47

    fotos lindas e mensagem emocionante!

    Deus abençoe vocês!

  6. Adriana Poggioli - 19 de fevereiro de 2016 às 10:06

    Estou amamentando minha bebê de 4 meses enquanto leio esse texto e digo que tudo faz sentido. Essa mãe expôs de uma forma linda tudo o que passamos no pós parto.

    Bjos e sigo acompanhando vcs!!!

  7. Cristiane Simoni de Souza - 19 de fevereiro de 2016 às 10:43

    É um dos momentos mais deliciosos da vida de uma Mãe! Seja ela sanguínea ou de coração. .. A doação so nosso ser a outra pessoa pela qual sempre desejamos…♥♥♥♥

  8. Luehy Lemes Calheiros Nascimento - 19 de fevereiro de 2016 às 10:50

    Achei super legal, uma forma muito boa de dizer as mamães que existem coisas boas e ruins também, mas todo mundo passa por isso. Parabéns a autora pelo desabafo rsrsrsr

  9. Fernanda - 19 de fevereiro de 2016 às 14:47

    Não tem um dia que eu não passe aqui me inspirar…
    Esse blog tem o dedo de Deus.

  10. Isabela Cordeiro - 19 de fevereiro de 2016 às 16:21

    Oi, Lorena. Muito legal compartilhar experiências com outras mães.
    Sou pediatra e acompanho inúmeros bebês e suas mãe, seja no puerpério ou no restante da jornada. Sou totalmente contra leites artificiais, tanto que a maior parte dos meus pacientes ficam em aleitamento materno exclusivo até os 6 meses.
    Outro ponto importante de ser discutido nas consultas é sobre prevenção de acidentes e infelizmente a cama quentinha da mamãe, não é o lugar adequado para o bebê tão frágil, seja porque a mãe (ou pai) exausta pode dormir e virar em cima do bebê, seja porque ele pode cair (apesar de na teoria, bebês muito pequenos não rolarem, não conte coma teoria). Sou bombardeados com relatos de bebês que morrem porque dormiram na cama com os pais (inclusive um caso eu já vi no hospital).
    Apenas um toque pelo bem dos pequenos!
    Beijos

    1. Lapis Noiva - 14 de março de 2016 às 13:56

      Isabela,eu concordo! O máximo de cuidado e segurança sempre!!! Tem aquelas caminhas pra colocar na propria cama dos pais, super segura! Obrigada pela preocupação! Bj

  11. Werllayne Amorim - 20 de fevereiro de 2016 às 23:06

    Vou fazer 27 anos , namorei por 07 anos e estou casada a 2…então a familia toda já cobra um bb. Eu ainda nao me sinto segura, por ter medo de tudo: do orçamento nao ser suficiente, de nao saber cuidar, de ter visto as experiencias de algumas amigas que sofreram com as mudanças, enfim… Mas amei muito abrir meu blog favorito e encontrar o lapis de mãe, com esse texto lindo que me emocionou e me deu clareza pra perceber que na verdade nós mulheres, saberemos sim o que fazer , afinal já nascemos com o dom de ser Mãe: gerar,alimentar e amar.

  12. Dyonne - 21 de fevereiro de 2016 às 14:55

    da hora…
    unico blog que leio…lol

  13. Amanda Ribeiro - 22 de fevereiro de 2016 às 13:26

    Lore, Obrigada, por compartilhar isso, fico feliz, de ouvir isso antes do meu bebê nascer, realmente é muita informação, muitos pitacos, já guardei o texto, pra ler, mais vezes pra não esquecer que tudo vai passar, que tudo vai dar certo!

    Bjinhos

    Amanda Ribeiro (29 semanas, esperando o Arthur)
    @mamaequeviaja

    1. Lapis Noiva - 23 de fevereiro de 2016 às 14:44

      Vai dar tudo certo Amanda, e você vai ser muito feliz com o seu Arthur! Beijo grande.

  14. Rebeca - 1 de março de 2016 às 13:03

    Que vontade de mostrar esse texto pra amigas que precisam muito saber de tudo isso! Lindo texto! <3

  15. Patrícia de Paula Ledoux Ruy de Souza - 2 de março de 2016 às 16:49

    Perfeito esse texto Lore!
    Obrigada por compartilhar conosco.
    Se tivesse lido antes do meu filhote nascer teria me ajudado bastante, mas nada como a prática pra gente aprender!
    Beijos, Paty e Nicolas (1a6m)

  16. Katia valdez de Souza - 16 de maio de 2016 às 18:25

    amei o texto estou de 7 semanas e mamãe de primeira viajem, é bem como o texto dizem todos querem dar pitacos e dizer como fazer ou sê portar durante a gestação e depois “não pode isso” “faz assim” “não use tal coisa no começo” e assim vai, porém o que ninguém entende é que nós queremos sentir cada momento, fazer do nosso jeito. Obrigada pelo texto foi perfeito para reafirmar minhas experiências e expectativas.

  17. Adriane - 3 de agosto de 2016 às 21:05

    Morri nas lágrimas, obrigada!

  18. Lívia - 17 de agosto de 2016 às 20:19

    Gosto muito de ler tudo que vcs postam. Comecei seguindo e amando tudo do lápis de noiva e agora Q To grAvida, leio tudo doblapis de mãe. Lindo esse texto é Mt verdadeiro.

  19. Sindy - 27 de setembro de 2016 às 16:08

    Estou no meu 6° mês de gestação e estou aguardando com uma certa ansiedade um menino abençoada que ganhou o nome de Théo. ameeei esse texto e com certeza não nos contam metade disso. sera que seria pedir demais um post sobre roupas para gestante ou possíveis adaptações que podemos fazer com as roupas que temos em casa? Muito obrigada

  20. samylla aguiar - 4 de outubro de 2016 às 16:09

    Que barriga mais linda gente!!! Até as entradas continuaram!
    Espero que a minha fique assim também, só pra frente, kkkkkkk
    :*

  21. samylla aguiar - 4 de outubro de 2016 às 16:15

    Só uma dica
    quero compartilhar o post com link, mas não tem o link especifico deste post :/
    E não quero ir pelos links de baixo (face, etc…)

  22. Amanda P Toledo - 3 de janeiro de 2017 às 14:41

    Amei as dicas. Faltam nove semaninhas para esse bebê lindo nascer mas já estou muito ansiosa e nervosa ao mesmo tempo, por mim ele ficava mais uns meses aqui dentro, aonde posso proteger e cuidar do melhor jeito. Saber que vai ser mãe é a sensação mais gostosa do mundo mas no meu caso, estou com medo não só do parto, mas de tudo; de cuidar, de amamentar, dos choros que não vou conseguir controlar, enfim, de tudo! É tão bom ler que outras mamães passam por isso, e que nem tudo é tão colorido. E como é minha primeira vez, você acaba ouvindo mil dicas e mil comentários que muitas vezes não facilitam em nada, só te deixam mais estressada e com muito mais medo, então é bom ouvir dicas de que nem tudo é perfeito, que não temos que voltar ao nosso peso normal entre o primeiro mês, e que temos direito de não aceitar todas as dicas absurdas que as pessoas nos dão. Obrigada pelo seu post, realmente é bom ler e poder se identificar um pouco.

  23. Thalita Carvalho - 20 de março de 2017 às 11:29

    Oi Lorena, acompanho o blog desde a época do Lápis de Noiva, agora com o Lápis de Mãe tudo o que você escreve faz sentido pra mim…
    Sou casada a 2 anos e 3 meses (completo hoje… rs), mas juntos já temos 6 anos de relacionamento, e agora estamos vivendo o momento mais lindo das nossas vidas, amanhã completo 20 semanas de gestação e essa semana descobriremos quem vem aí, se é a Julia ou o Luiz Gustavo… Rsrs
    O beijo enorme pra você e sua família, e um beijinho na Cloe e na Junia! ❤