Categorias Chloe

{Desenvolvimento do Bebê} Minha Filha Andou Com 10 Meses

Ela começou a querer andar com 9 meses, apoiava nas coisas, segurava em outras e se virava, e foi no marco de 10 meses que a minha bebê virou uma mini pessoinha andando pela casa, toda independente.

Já era de se esperar! A Chloe sempre foi adiantada, um pouco precoce… Eu gosto, mas lá no fundo eu acho ruim, deu pra entender? rs. Enquanto ela poderia curtir as fases por mais tempo, tipo colinho de mãe e todo mundo indo buscar as coisas para ela, resolveu que queria ir sozinha, buscar suas próprias coisas e fazer o que bem entendesse. Já estou imaginando essa menina adolescente e eu sofrendo! Socorro.

Desde o nascimento, a Chloe surpreendia a gente! O umbigo caiu no dia que chegamos em casa; amava ficar de bruços e levantar o pescocinho; ficou firme bem rápido; interagia super bem; sentava, e andar não seria diferente! Alguém se identifica? Ao mesmo tempo que você quer que seu bebê continue bebê, você fica orgulhosa e feliz pelo desenvolvimento, não é verdade?

Algumas mamães me perguntam se eu fiz alguma coisa para estimular. Não! De jeito nenhum. Ela se auto estimula, é dela, é da personalidade dela. Não poderia me dar os méritos! Por isso que devemos respeitar cada bebê, eles precisam ter a liberdade de evoluir e desenvolver no tempo deles. É claro que um dia vão andar! É claro que um dia vão comer, não é porque todos os bebê comem com 6 meses que o seu também vai comer, entende?

Mas, existem algumas coisas que eu acredito que contribuíram para que ela andasse mais rápido:
1. Conviver com uma prima que anda. Estar próximo de outras crianças que andam é muito motivador. Como uma imita a outra, tinha vezes que a Bela engatinhava, mas tinha vezes que a Chloe queria andar! Faz parte.

2. Ter objetos e estímulos montessorianos. Ou seja, na altura dela. Aqui em casa a estante da sala, o cesto de brinquedos dela e a mesinha de centro foram muito bem explorados pela Chloe.
Conviver com cachorros. Acredito que isso deve ter sido estimulante de alguma forma, será que estou doida? A agilidade dela e o fato de tudo ter o tamanho da Chloe incentivou para que ela fosse atrás e brincasse mais.

3. No sítio da vovó tinha andador, então todas as vezes que visitávamos, ela ficava nele por uns 10 minutinhos/dia. Não ficava mais porque ficava entediada, perdia a graça, sabe?

4. Outra coisa legal era que quando a vovó saia para explorar a natureza, levava uma fralda grande, passava por baixo dos bracinhos da Chloe e segurava em cima, dessa forma a Chloe conseguia pisar no chão sozinha, sem cair. Queria ter uma foto disso para mostrar!

5. E por fim, o fato de eu não ter medo. Como mãe, nunca tive medo de deixar a Chloe cair, principalmente por conhecer a filha que tenho. Queria que ela fosse confiante, se desafiasse e fosse corajosa. Sempre motivei e tentei desenvolver essa característica que já era dela. E a menina está cada vez mais destemida (tudo tem seus prós e contras!).

Desde os 10 meses, quando ela começou a andar, não tive tempo de mais nada! A menina é uma exploradora, aventureira, curiosa e ama desbravar a própria casa. Com tempo a gente vai pegando o ritmo e ficando esperta com ela! Sei o que mais atrai o olhar dela e vou tirando tudo da reta por onde ela passa.

Cuidados que tomamos depois que ela começou a andar:

  • Cabos de celular e qualquer outra coisa elétrica, porque ela coloca tudo na boca.
  • Tapetes escorregadios. Dá um medinho dela desequilibrar. As vezes um pingo de cola quente, uma fita 3M, já é o suficiente pra impedir um grande tombo.
  • Vidros, produtos de limpeza e objetos cortantes nos armários baixos. A Chloe ama abrir gavetas da cozinha e armários dos banheiros, então já deixo tudo que ela realmente pode explorar e bagunçar.
  • Forno quente. Todo mundo sabe que eu amo cozinhar, as vezes é difícil fazer a Chloe entender que não pode mexer. O ideal seria ter um portãozinho móvel, sabe? Mas como eu não tenho, fico explicando pra ela que não pode. Tem vezes que ela precisa tocar pra conferir se eu estou falando a verdade. Então, sente que o forno está quente e não vai mais.
  • Rua. Preciso ter cuidado dobrado com a Chloe na rua! Por ser destemida, como falei acima, ela as vezes dá uma corrida, então nos estacionamentos e nos parques sempre coloco no colo para não correr o risco.
  • Sapatos. É bom pensar em modelos adequados desde cedo. Como não esperava que a Chloe fosse andar tão nova, os sapatos de 10-12 meses não tinham aderência, afinal de contas, ela estaria no colo e esses sapatinhos seriam apenas um charme. Masss a mudança de planos me fez correr atrás de outros modelos de gastar mais.

Hoje, a Chloe com 13 meses já anda rápido e corre quando sabe que estou indo buscá-la!
Se o seu bebê já está dando sinais de querer andar, prepare-se! Não é moleza.
Espero que tenha ajudado de alguma forma.

Compartilhe sua experiência com a gente, vamos amar saber com quanto tempo seu filho andou, como foi essa jornada e todos os desafios…

Deixe seu comentário

4 comentários

  1. Minha Júlia está passando pelas mesmas fases da Chloe, ela tem 1a1m e já anda desde os 9m. É a melhor fase até agora. Ela é tão elétrica quando a pequena Chloe….e eu amo essa energia toda! 😍
    Bjs pra vcs.

Publicidade

Junia Lane