AS 10 COISAS QUE APRENDI AO PERDER MEU FILHO

Me deparei com as palavras de um pai que perdeu seu filho e minha vida mudou naquele instante. Me emocionei, me imaginei vivendo tudo aquilo e por fim agradeci pelo privilégio de ter o hoje, o agora com a minha filha.

Através de Richard Pringle, cujo filho morreu com 3 anos de idade, entendi que minhas reclamações em relação a maternidade eram pequenas, meu cansaço ou qualquer outro ponto negativo, era nada.

Espero que essas palavras alcance o coração de vocês!

Essas são as 10 coisas que aprendi ao perder meu filho, por Richard Pringle:

1) Você nunca poderá beijar e amar demais.
2) Você sempre tem tempo. Pare o que você está fazendo e vá brincar, nem que seja por apenas um minuto. Nada é tão importante que não possa esperar.
3) Tire o máximo de fotos e grave o máximo de vídeos humanamente possível. Um dia, pode ser tudo o que você tem.
4) Não gaste dinheiro, gaste tempo. Você acha que o que você gasta importa? Não importa. O que você faz importa. Pule em poças d’água, vá caminhar. Nade no mar, acampe, divirta-se. É tudo o que eles querem. Eu não consigo lembrar o que comprei para o Hughie, só consigo lembrar o que nós fizemos juntos.
5) Cante. Cante músicas juntos. Minhas memórias mais felizes são do Hughie sentado no meu ombro ou ao meu lado no carro, cantando as nossas músicas favoritas. Memórias são criadas com música.
6) Aprecie as pequenas coisas. Boa noites, a hora de dormir, ler histórias. Jantar juntos. Domingos preguiçosos. Aprecie as coisas simples. São elas que farão mais falta. Não permita que essas memórias especiais passem desapercebidas.
7) Sempre dê um beijo de despedida naqueles que você ama e, se você esquecer, volte e dê um beijo. Você nunca sabe se será a última vez que você terá a chance.
8) Faça da situações entediantes, divertidas. Viagens ao supermercado, viagens de carro, andanças até o shopping. Seja bobo, conte piadas, ria, sorria e aproveite. Elas são apenas tarefas se você tratá-las assim. A vida é muito curta para não se divertir.
9. Mantenha um diário. Escreve tudo o que seus filhos fazem que melhoram o seu mundo. As coisas divertidas que eles falam, as coisas fofas que eles fazem. Você terá essas memórias escritas para sempre e, quando estiver mais velho, poderá olhar para trás e aproveitar cada momento.
10. Se o seu filho está com você: para beijá-lo à noite, para aproveitar o café da manhã, para caminhar até o colégio, para ir à universidade, para vê-lo casar…Você é abençoado. Nunca se esqueça disso.

(Fonte: @vejasp )

Deixe seu comentário