{10 Meses} Bela na Roça

Começo este post dizendo que estou assustada! 10 meses? Como assim? Parece que foi ontem que cantamos parabéns, bem baixinho na primeira semana de vida da Bela. O bolo era vegano, sem açúcar e tudo feito pela minha mãe, (de acordo com ela, para não dar cólica no bebê, rs) e eu já me sentia uma leoa com a cria no colo. E nesse começo, quem quer desgrudar do bebê? Eu não fazia ideia de como o tempo passaria tão depressa e como eu me tornaria outra pessoa. Coisas que a maternidade faz por você: mudança.

Mas, não vou me delongar falando sobre isso (se deixar escrevo posts quilométricos!rs). Hoje é dia de cantar parabéns para a nossa Bela da Roça! E dia de agradecer a titia Junia Lane por vir até aqui, na nossa casa nova, em meio à mudança, de mala e cuia trazendo vestido, bolo, chapéu e um monte de tranqueirinhas que amamos! A minha parte? Comprei o milho e emprestei a bebê mais gostosa do nosso universo para a sessão de fotos! (está bom, não é mesmo?). Tenho um dívida eterna com a Ju em relação à fotos e festinhas! Difícil será pagar quando for o bebê dela (#jáestoudeixandoclaroaqui)!

Toda vez que vejo as fotos de algum mesversário fico tão, mas tão feliz por ter esses registros! E aqui vai o meu apelo: se puder guardar uma poupança para as fotos da fase de bebê e primeiros aninhos, por favor, guarde! E se não puder, tire foto você mesma. Veja uns tutoriais no youtube, sei lá, mas tire muitas! Como eles mudam e ter essas lembranças, de um passado tão próximo, é delicioso. (e guarde tudo no drive, nuvem, hd externo porque nenhuma pane em computador pode ameaçar esses registros!). Semana passada me peguei chorando com as fotos e o vídeo do primeiro dia da Bela em casa, ai quanto amor!

(Viram como eu já me delonguei? rs) Para os 10 meses da Bela, aproveitamos o espírito do mês de junho para fazer a versão da Bela na roça! E também aproveitei para apresentar a vocês a “Bela comedora de milho”! Por aqui esse alimento tem que ser praticamente a sobremesa porque se ela ver durante o “papá”, larga tudo, chora, esperneia até ganhar o milho. E é tão incrível esse amor que dura uma meia hora (dá tempo de fazer snapchat, lavar louça, atender ligação, etc… rs). E quem segue a gente pelas redes sociais já viu que nessa última semana a Bela comeu um milho inteirinho! Tive que tirar porque já estava comendo o sabugo. (Ah! Preciso dizer que a preferência aqui é por milho orgânico, bem molinho. Sugestão perfeita de carboidrato para os babies!) Como a Bela já mastiga bem os alimentos, não fico com receio dela engasgar. O que eu faço é cortar cada tirinha de grão com a faca. Dessa fora, só sai a parte de dentre e a pele fica grudada no sabugo.

Foi tudo bem simples, na mesa da sala mesmo. Mas, a parte linda são os convidados especiais: bisavós e vovô Luizinho. Que festa! Foi muita risada, muito milho, muita música (o vovô e o biso adoram cantar). Que roça delícia!

Esse último mês foi de muitas descobertas, como sempre. Sobrevivemos a uma mudança (mudamos de apartamento para uma casa em outra cidade), a Bela abriu o apetite e adora comer o que aparecer na frente (claro que tem suas preferências e não pode nem chegar perto de banana), parece que entende e responde ao que falamos, sabe bem o que é “não” (quer dizer, sabe mais ou menos, mas eu sempre tenho uma postura otimista, haha), se locomove pela sala toda, sentada mesmo, engatinha para trás, tem preguiça de ficar de pé, bate palminhas quando escuta “muito bem, parabéns, comeu tudo, eba”, junta as maõzinhas para fazer oração, dá tchauzinho toda hora, adora brincar de “Cadê? Achooou!!”, dorme no berço (mas raramente a noite inteira) e já dormiu duas vezes com o papai, amém? rs. Repara em tudo ao redor e já sabe bem o que quer. Se é contrariada chora como se não houvesse amanhã! Só tem dois dentinhos, mas as gengivas são tão duras que tiram pedaço (literalmente). Continua meio “bichinho do mato”, acreditem se quiser! Sorri para todo mundo, faz graça, mas gosta mesmo é do colinho da mamãe, papai, tia Ju (que vive aqui em casa, hahaha) e tia Sandra, nosso anjo da guarda de todos os dias

Ufa! Acho que é isso! Espero que estejam gostando no blog novo! Aproveitem para se inscreverem e receberem no e-mail os últimos posts. Amanhã tem “Introdução Alimentar da Bela” (e isso é uma promessa – sei que estou em dívida!)

Deixe seu comentário

14comentários

  1. Elane - 21 de junho de 2016 às 12:42

    Que lindooooooo … Que momento fantástico, imagino a felicidade.
    Muito amor 🙂

  2. Deyze Kelly - 21 de junho de 2016 às 12:54

    Coisa mais linda de ser ver (e ler). Estou sempre acompanhando os passinhos de Bela, ainda que não me manifeste frequentemente nas redes sociais.
    Tenho um carinho enorme pelo “vovô Luiz”, que foi o primeiro cantor adventista que conheci após meu batismo.

    Que Deus continue abençoando vocês.

    1. Lápis de Mãe - 27 de junho de 2016 às 11:50

      Quanto carinho! Obrigada!!!

  3. Thaminne - 21 de junho de 2016 às 12:56

    QUE AMOOOORRRR! amei a belalandia na roça <3

  4. Thais Fortes - 21 de junho de 2016 às 15:39

    Aiiiiiii que lindoooo!!!! Estou adorando a casa nova!

  5. Mira Melke - 21 de junho de 2016 às 16:39

    Olá Lorena, a Bela detonando o milho está uma graça!
    Fiquei muito feliz com esse novo blog. Eu acompanhava o lápis de noiva, mas já fazia muito tempo que eu não abria… Quando a gente vira mãe as prioridades mudam, né? Aí eu te vi na Nova Semente no Sábado e resolvi olhar no instagram quais eram as novidades. Fiquei babando a Bela de canto de olho na escolinha, e ela é exatamente do jeitinho que você descreve mesmo. Naquelas poucas horinhas pude ver ela chorando quando tinha que entregar um brinquedinho e batendo palminha quando cantamos o parabéns! Ela é uma fofa! Parabéns pela filhota e pela dedicação.
    Estou aproveitando o soninho da minha filhota para comentar. Sou a mamãe da Luana – a menorzinha da Sala. Ela completou 4 meses na semana passada. Tive muita dificuldades com ela no comecinho por conta da amamentação – é tão importante né, mas agora estamos bem… Resolvi copiar o depoimento que escrevi sobre isso para você. Quem sabe, contribui de alguma forma.
    Um grande beijo. Fique com Deus.

    “Minha filha fará 4 meses na próxima semana e não faz nem um mês que ela começou a mamar de verdade. Ela nasceu um pouquinho antes do tempo e no começo era muito preguiçosa e não fazia a pega corretamente. Ela era muito pequena e o meu seio muito volumoso. Mas eu fazia questão que ela fosse alimentada com o meu leite. Já nos primeiros dias comecei a ordenhar o leite com uma bombinha elétrica, assim, mesmo ela não conseguindo mamar, eu conseguia estimular a produção do leite. Saí da maternidade com prescrição de fórmula e inconformada. Meu medo era o parto. Nunca imaginei que teria problemas com a amamentação. Tentamos muitos métodos para “ensiná-la” a fazer a pega correta e tínhamos muito trabalho tentando mantê-la acordada no processo. Quando estava bem desperta, se tornava irritada e não conseguia fazer a pega de tão nervosa que estava. Por fim, oferecíamos o leite no copinho, por translação, na colher dosadora e todo meio possível. Estava ficando exausta e o meu peito estava produzindo bastante leite. O bico do peito estava super sensível e a mama estava sempre muito cheia, as vezes empedrada. A ordenhadeira não dava conta e o processo era muito demorado. Tira o leite, prepara toda a parafernalha, oferece o leite, coloca para arrotar, esteriliza tudo e começa tudo outra vez. Com um mês eu já estava acabada, mas a minha filha estava ganhando peso e crescendo saudável com o meu leite. Valia a esforço. Meu marido e nossa família me apoiaram muito e até revezavam nas tarefas para eu poder descansar um pouco. Vendo minha agonia a pediatra sugeriu que déssemos a mamadeira, ainda que com o meu leite. Considerei a mudança como um passo atrás no processo da amamentação, já que toda mamadeira vem com um aviso que seu uso prejudica o aleitamento. Mas foi necessária. Ficamos mais um mês com a mamadeira e o leite materno. Nesse meio tempo, pelo menos uma vez por dia eu tentava oferecer o peito e era uma briga, uma agonia, um sofrimento e muita dor. Parecia que ela mastigava meu seio. Cheguei a tomar remédios para conseguir fazer a ordenha de tanta dor que sentia. Ela foi crescendo e eu resolvi não pegar mais tão pesado com a pequena. Se ela realmente não mamasse eu não ia me sentir mais tão culpada e ia continuar firme na ordenha. Quando ela estava perto de completar 3 meses, ela começou a fazer a pega mais corretamente e passei a colocá-la com mais frequência no peito. Aí ele começou a rachar e chegou até a sangrar. Eu chorava de dor enquanto ela mamava. Algumas vezes cheguei a desistir e voltar para a mamadeira. O mamilo foi calejando, a pegada dela melhorando e estamos felizes comemorando duas semanas sem ver a mamadeira. Até perdi a vergonha de amamentar em público. Amamentar hoje tem sido um prazer e um dos maiores motivos de orgulho. Eu não desisti, por ela.”

    1. Lápis de Mãe - 22 de junho de 2016 às 13:22

      Oi Mira! Nossa! Você estava do meu ladinho! Podia ter falado comigo!!! Claro que lembra de você e da pequena no seu colo… que fofura. Desde bebezinha na escolinha! Amei!!! Obrigada pelo carinho e também por dividir sua experiencia conosco. Uau!!! Você é prova viva de que é possível, de que vale a pena persistir. Que linda história e que delícia de fase que estão passando, não é verdade? Aproveitem muito muito… Aqui estamos na fase da Bela amar o leitinho, mas de começar a pedir menos, porque já ama os alimentos. Parece meio doido, mas cada fase vamos nos habituando e tudo vai se encaixando. Perfeição de Deus!

      Desejo muito amor e felicidade para vocês duas!!! Quando for de novo na Semente vamos nos falar, hein! Um beijo!!!

  6. Maya - 21 de junho de 2016 às 17:51

    Parabéns pelos 10 meses de Bela! Que ela continue crescendo em graça e que nosso Deus a abençoe. A festinha foi linda e ficou mais perfeita com os bisos e o vovô! :*

  7. Thayná Porto - 21 de junho de 2016 às 20:51

    Lore, amei o blog, mesmo não sendo mamãe estarei aqui sempre pra ver a Belalandia e essas fotos maravilhosas claro!!! Ah, Deus abençoe a princesa mais linda, falta bem pouquinho para o aniversário de 1 ano!

    1. Lápis de Mãe - 27 de junho de 2016 às 11:44

      Ai, que amoooor! Obrigada, querida!

  8. Karoline lima - 24 de junho de 2016 às 02:07

    Aiii que liinda maravilhosaaa

  9. Tachymara - 24 de junho de 2016 às 11:18

    Ainda não sou mãe mas mesmo assim acompanho e amooo. Deus seja louvado pela vida de vcs. E cada vez que fala da sua irmã me identifico pq minha irmã é do mesmo jeito kkk.

    1. Lápis de Mãe - 27 de junho de 2016 às 11:44

      Que legal! Amor de irmã, neh…. sei como é rs

  10. Leticia Ribeiro Rodrigues - 29 de junho de 2016 às 14:40

    Que linda 🙂 🙂 🙂
    Super ansiosa ´pra saber como será o niver de 1 aninho da Princesa Bela <3