1 Ano da Chloe

Queria conseguir expressar em palavras tudo o que aconteceu durante esses 365 dias…
Queria lembrar e voltar em cada um deles para sempre só para reviver o ano mais transformador da minha vida!

Voltar significaria sentir as dores de novo, os reajustes, os choros meus e seus, as lutas travadas diariamente; mas, em compensação, teria seus olhares, seu cheiro, seus sorrisos, seus sons deliciosos, sua euforia, suas descobertas, seus abraços, sua alegria, suas gargalhadas, nossas madrugadas, nossas eternas mamadas, brincadeiras, seus tombos, nossos cultinhos, longas refeições, nossas viagens, e as tantas “primeira vez”.

Lembro do momento em que meus olhos te viram pela primeira vez… Mesmo te sentindo por 38 semanas, sabendo que você existia dentro de mim, te ver foi um dos momentos mais inacreditáveis da minha vida! Realizar você, o meu sonho mais doce, levou semanas, meses… e ainda me perguntava: “Será que temos que devolver essa menina para a mãe dela?”

Lembro da primeira vez que você tocou meu rosto… Ah! Nem consigo explicar! Foi maravilhoso sentir seu toque intencional, de descoberta, de amor. Que sensação perfeita! O senso materno de cuidar e de proteger veio forte, intenso, rápido. Junto dele veio o medo de não estar lá pra você, medo de morrer… e, consequentemente, a vontade de ser eterna!

Ah filha! Ao mesmo tempo que nos descobríamos como mãe e filha, você me curava! Cura, seria a palavra mais próxima do que você fez em mim esse ano. Vivi 30 anos procurando tantas respostas, sentido para tantos questionamentos e você veio como um furacão, levantando e tirando tudo do lugar, reposicionando valores, sentimentos, sonhos, planos e prioridades. O que eu fiz por você não se compara ao que você fez por mim durante esse
Primeiro ano! E, eu sei que é só o começo…

Descobri que a dor física não se compara ao cansaço emocional. Descobri que crescer é feliz e chega a ser triste quando penso na saudade. Descobri que o amor de mãe é divino. E, passei admirar mais a minha mãe. Descobri que o tempo é o meu maior inimigo e que cada dia é único, não volta. Descobri que preciso de tão pouco para ser feliz. Descobri que o caos é sinal de alegria, e que se a casa nunca mais ficar arrumada por mais de 1h, está tudo bem.

Descobri que amo mais seu pai depois de você. Descobri que posso ser muito mais forte do que eu pensava. Descobri que nunca mais eu vou dormir, até quando você dormir. Descobri que você faz qualquer lugar se tornar casa. Descobri que você é minha dose de alegria não importa quão ruim o dia possa estar. Descobri que família é o que tenho de mais precioso.

Descobri o significado verdadeiro do amor. Hoje eu sei que não consigo imaginar minha vida sem você… Te amo infinitamente.

quem faz parte desse post

Fotos: Pitanga Fotografia

Deixe seu comentário

8comentários

  1. Leticia - 22 de dezembro de 2017 às 14:15

    Feliz primeiro aninho Chloe!
    Parabéns Junia e Licius pelo primeiro ano de papais
    vcs são uma família linda >3

    1. Lápis de Mãe - 28 de dezembro de 2017 às 11:48

      Obrigada pelo carinho, Leticia!! 🙂

  2. Luciana - 22 de dezembro de 2017 às 16:15

    Parabéns princesa Chloe. Você é muito querida. Em maio a minha Chloe também fará um aninho.

    1. Lápis de Mãe - 28 de dezembro de 2017 às 11:49

      Obrigadaaa! Parabéns para ela super adiantado! hehe

  3. Mariana - 23 de dezembro de 2017 às 16:21

    Parabéns !!!! Família lindaaaa! Obs. Baby de sandália Kkki💝

    1. Lápis de Mãe - 28 de dezembro de 2017 às 11:49

      hahahaha, agora está se acostumando a ficar de sapatinho!!

  4. Bruna - 29 de dezembro de 2017 às 01:52

    Lindo D+ esse POST! Me identifiquei muito, e chorei claro! Felicidades mil a essa boneca!!😘
    E a festinha, tô curiosa!😀

    1. Lápis de Mãe - 4 de Janeiro de 2018 às 10:29

      Obrigada!! Saiu ontem, viu? 🙂